Como a gestão de ativo imobilizado pode ajudar o meu negócio?

Muito antes de entender como a gestão de ativo imobilizado permite trazer benefícios ao seu negócio, é importante compreender o que significa esse termo, a que se refere e como melhor implementá-lo na rotina de sua empresa. Uma vez que tenhamos explicado isso, abordaremos melhor os benefícios dessa iniciativa.

 

Qualquer dúvida que lhe reste ao fim da leitura, não hesite em perguntar a um de nossos especialistas, ok? Sigamos com o nosso artigo.

 

O que é uma gestão de ativo imobilizado?

O ativo imobilizado é o patrimônio da empresa, podemos fazer uma breve análise da própria etimologia para entender melhor do que estamos falando. Ativo é o capital, valor financeiro que pode ser movimentado e tomar diferentes formas. Imobilizado é o processo que esse ativo passou para se tornar um elemento imóvel, a exemplo de prédios, maquinário e equipamentos, instalações físicas e mais.

 

A principal característica de um ativo imobilizado é que ele tem uma liquidez reduzida, ou seja, tem uma maior dificuldade para ser movimentado e gerido, e é aí que uma boa gestão de ativo imobilizado faz total diferença, uma vez que é uma prática menos abordada.

 

Como fazer a gestão de ativo imobilizado?

A gestão de ativo imobilizado consiste principalmente no rastreamento, proteção e levantamento de valores dos ativos. Uma vez que se tem uma documentação clara e evidente desses elementos, é possível começar a fazer uma aplicação inteligente do potencial dos mesmos. Aqui, estamos falando de sublocações, venda de equipamentos onde o custo-benefício da manutenção não é interessante, e assim por diante.

 

A Gestão de Estoque também está no leque da gestão de ativo imobilizado, já que o Estoque também representa uma importante parte do ativo da empresa. Aqui é necessário prestar bastante atenção a elementos mais específicos de gestão de estoque, como a vazão dos produtos, o estado de conservação, o custo de manutenção dos itens, o local onde se encontram, validade e mais.

 

A contabilidade e seu peso na gestão de ativo imobilizado

Uma vez que o levantamento de valores de ativos imobilizados tenha sido realizado, o acompanhamento do patrimônio se torna muito mais simples, até mesmo para fins contábeis. Por meio desses dados, a pessoa contadora pode prosseguir com o Laudo de Avaliação Patrimonial, importante para definir valores de impostos a serem pagos, assim como emitir demonstrações societárias, rever cálculo de depreciação de ativos e alguns outros elementos importantes para o Fisco e para as pessoas envolvidas na administração.

 

Análises específicas e técnicas como a da obsolescência tecnológica, dos turnos em que opera, do tempo de inutilização, todos esses requerem conhecimento específico na área contábil, e é aí que entra o ponto-chave da presença de uma pessoa contadora especializada na Gestão de Ativo Imobilizado.

 

A Itamaraty ao seu lado na Gestão de Ativo Imobilizado

Que tal dar esse passo importantíssimo rumo ao melhor desenvolvimento de sua empresa? A gestão de ativo imobilizado é mais uma das inúmeras formas que sua marca pode se destacar, e nós da Itamaraty sabemos bem como aplicar os conceitos dessa gestão com maestria. Converse conosco e entenda melhor sobre nossos serviços.